Notícias

A PRISA participa por mais um ano com a WWF no maior movimento mundial em defesa do meio ambiente

25-03-2019

PRISA participa un año más con WWF en el mayor movimiento mundial en defensa del medio ambiente

Um ano mais, a PRISA une-se à iniciativa da WWF, a Hora do Planeta, o maior movimento global de combate às alterações climáticas, que se iniciou em 2007, em Sidney, na Austrália, com o gesto simbólico de apagar a luz para sensibilizar o público para o impacto do aquecimento global. A edição deste ano, que se celebrará no próximo sábado, dia 30 de março, das 20:30 às 21:30, quer colocar em destaque a perda de biodiversidade que as alterações climáticas estão a provocar.

Há 11 anos que a PRISA apoia esta campanha em todos os países em que está presente. Através das publicações El País, Cinco Días, AS e El Huffpost, dos programas da Cadena SER e de todas as emissoras da PRISA Rádio, o grupo difunde esta campanha de sensibilização e fará uma ampla cobertura desta mobilização social, que contará também este ano com a participação de LOS40 e várias das suas figuras de destaque, como David Álvarez, DJ da emissora, e Cristina Boscá, do programa Anda Ya, e a participação do embaixador da Hora do Planeta 2019, o apresentador de LOS40, Tony Aguilar. Por outro lado, a PRISA encorajará a participação dos seus mais de 8000 funcionários através dos canais de comunicação interna e páginas corporativas da companhia.

Para gerar consciencialização sobre a importância dos cuidados com o meio ambiente, que são cada vez mais necessários, a PRISA junta-se uma vez mais como media partner ao evento A Hora do Planeta, contra as alterações climáticas. Com esta iniciativa, o Grupo alinha-se também com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pelas Nações Unidas como meta a cumprir antes de 2030. Com esta ação concreta, a PRISA apoia os seguintes objetivos: o ODS17, ao estabelecer alianças para atingir os objetivos; o ODS13, que implica apoiar ações relacionadas com o clima; e os ODS14 e ODS15, que apoiam a conservação sustentável dos oceanos e a adoção de medidas urgentes e significativas para reduzir a degradação dos habitats naturais e proteger a biodiversidade e as espécies ameaçadas, respetivamente.

A campanha mundial em prol do meio ambiente que mais multidões move regressa em 2019 com mais urgência do que nunca para incitar à ação pela natureza. Este ano, no qual se espera a participação de mais de 180 países, a WWF propõe três desafios concretos que ajudarão a evitar a acelerada degradação da natureza. Cidadãos, empresas e câmaras municipais podem demonstrar o seu compromisso levando a cabo um dos desafios colocados pela Hora do Planeta. A WWF promove estes desafios para todos os que quiserem possam juntar-se ao esforço, lançando a mensagem clara de que o que se consegue fazer num dia pode incorporar-se numa vida.

  1. Um dia com zero emissões. Pede-se que não se consuma combustíveis fósseis ou que se reduza ao máximo as emissões neste dia utilizando os transportes públicos, a bicicleta e veículos elétricos ou andando a pé, usando de forma eficiente o aquecimento e a eletricidade.
  2. Um dia sem produtos de plástico de utilização única. Desafia-se as pessoa a não consumir nenhum artigo de plástico de utilização única durante este dia.
  3. Um dia sem carne. Pede-se que, neste dia, não se consuma carne e se diminua progressivamente o consumo de carne, aumentando o de frutas e legumes frescos e de produção local.

Uma forma prática de impedir a degradação da natureza, que não só nos proporciona tudo o que precisamos para viver, desde o ar que respiramos até à água que bebemos, e desde o abrigo vital até à economia de que dependemos, como também torna a nossa vida melhor. O momento de agir é agora, porque estamos a levar a natureza ao limite. A Hora do Planeta é uma excelente oportunidade para reforçar um movimento já imparável e pedir um novo Acordo Global para a Natureza e as Pessoas.

Regressar às notícias

Ir para o início da página