Notas de imprensa

A ampliação da PRISA ultrapassa 7,6 vezes a oferta

15-02-2018

Retumbante êxito do aumento de capital do Grupo. Esta operação culmina o processo de estabilização financeira da PRISA

A PRISA comunicou hoje à Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV) a conclusão do processo de ampliação de capital no valor de 563 milhões de euros que pôs em marcha no passado dia 25 de janeiro. A operação foi concluída com um retumbante êxito, uma vez que a procura ultrapassou em 7,62 vezes as ações disponibilizadas no mercado.

A ampliação de capital do Grupo complementa o acordo de restruturação da dívida, que contou com o apoio unânime dos credores e que foi aprovado pelo Conselho de Administração no passado mês de janeiro. Este acordo abarca o prolongamento do prazo de vencimento da dívida até ao final de 2022, não prevê amortizações obrigatórias durante os três primeiros anos e determina um primeiro pagamento no valor de 450 milhões de euros a ser efetuado com os fundos obtidos com a ampliação de capital. Os restantes 113 milhões da ampliação de capital serão destinados ao desenvolvimento dos negócios. Com ambas estas operações, a restruturação da dívida e a ampliação de capital, dá-se o culminar do processo de estabilização financeira da PRISA.

O Grupo inicia assim uma nova etapa que terá como enfoque principal a educação e os media. A Santillana terá como objetivo fortalecer a sua posição de liderança no mundo da educação, tanto no mercado espanhol como no mercado ibero-americano. Uma meta partilhada pela área dos media, que dispõe de ativos de grande valor como, entre outros, EL PAÍS, a Cadena SER, AS, Radio Caracol ou Los 40. A PRISA impulsionará estes negócios com um desenvolvimento mais intenso a nível do seu processo de digitalização.

Este processo foi levado a cabo com o apoio de um novo Conselho de Administração e com um modelo de governo ajustado às necessidades do Grupo, com a figura de um Presidente não executivo, Manuel Polanco, e um Diretor Executivo, Manuel Mirat, que assumiu todas as funções executivas da organização.

Regressar às notícias

Ir para o início da página