Notas de imprensa

CHM, Obras e Infraestructuras; Applus+; Quirónsalud; Snippet e María Río, prémios Cinco Días para a Inovação Empresarial 2020

05-10-2020

CHM, Obras e Infraestructuras; Applus+; Quirónsalud; Snippet y María Río premios Cinco Días a la Innovación Empresarial 2020

Os prémios serão entregues no próximo dia 22 de outubro, às 20h, no CaixaForum Madrid, num evento à porta fechada. A transmissão do evento será feita através do site do CincoDías.

 

Os Prémios Cinco Días para a Inovação Empresarial já têm vencedores para a 13ª edição. Entre os projetos apresentados, CHM, Obras e Infraestructuras; Applus+; Quirónsalud; Snippet e María Río foram os galardoados desta edição.

O prémio para Projeto empresarial mais inovador na área das novas tecnologias foi para a CHM, Obras e Infraestructuras, pelo projeto Repara 2.0, focado no desenvolvimento de novas técnicas e sistemas de informação para a reabilitação sustentável de pavimentos e estradas, que permite o arrefecimento das superfícies e, ao mesmo tempo, da temperatura ambiente.

O júri destacou que se trata de um projeto “original, diferente e oportuno que não só reduz as emissões e o consumo de energia, como também transmite segurança aos peões e condutores”.

O Prémio para a iniciativa empresarial mais inovadora na Responsabilidade Social das Empresas foi para a Applus+, pela iniciativa Sin Límites, que aplica de forma eficaz os princípios de Integridade, Transparência, Imparcialidade, Independência e Responsabilidade na cultura da empresa, em que já participam os seus mais de 23 000 funcionários em mais de 70 países.

O júri sublinhou “o verdadeiro envolvimento do negócio, que incorpora um Projeto da RSE para os seus funcionários” e destacou que se trata de “um impacto real em gente real”.

O Prémio para a ação empresarial mais inovadora ligada à Universidade foi para a Quirónsalud pelo Talent Beats, uma escola de enfermagem que procura planear e estabelecer uma experiência de práticas inovadora e adaptada às necessidades atuais dos hospitais, que incide na formação prática, no treino adequado e no compromisso dos alunos.

O júri salientou que se trata de um programa que “oferece vantagens aos estudantes, à universidade e ao hospital”. Além disso, destacou que ajuda a valorizar “os profissionais de saúde cujo trabalho, sobretudo nas circunstâncias atuais, deve ser reconhecido e considerado como importante e necessário”.

Nesta nova edição dos Prémios Cinco Dias, foram ainda reconhecidas as seguintes duas categorias:

O Prémio para a Start-up mais inovadora foi para a Snippet, que trabalha com o objetivo de criar experiências únicas e personalizadas através da tecnologia.

O júri destacou a capacidade de individualização em tempo real de vídeos que a empresa oferece. “É um projeto realmente inovador, de grande complexidade técnica e tem muito potencial. É original, atrativo e está a ajudar a mudar a realidade das empresas com que trabalha”.

O Prémio para a direção mais inovadora foi para María Río, vice-presidente da Gilead Espanha, empresa de investigação farmacêutica centrada na descoberta, desenvolvimento e comercialização de medicamentos inovadores em áreas de necessidades médicas não satisfeitas.

O júri destacou “a sua liderança e compromisso com o desenvolvimento, que coincide com um momento em que são mais necessários do que nunca”. María Río, licenciada em Farmácia pela Universidade de Santiago de Compostela, acumula mais de 20 anos de experiência na indústria farmacêutica. O júri acrescentou que o prémio é também “um reconhecimento da ciência na gestão das empresas”.

Os prémios serão entregues no próximo dia 22 de outubro, às 20h, no CaixaForum Madrid, num evento à porta fechada. A transmissão do evento será feita através do site do CincoDías. Os Prémios Cinco Días contam com o apoio da Repsol e da CaixaBank como patrocinadores.

Do júri, fez parte Fuencisla Clemares; diretora-geral da Google em Espanha e Portugal; Helena Herrero, presidente e diretora-geral da HP em Espanha e Portugal; Jorge Rivera, diretor de Comunicação da PRISA; Carina Szpilka, presidente da Associação Espanhola da Economia Digital (Adigital); e José Antonio Vega, diretor do CincoDías.

Regressar às notícias

Ir para o início da página